RD - B Side
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

"Sometimes meaningless gestures are all we have"

segunda-feira, junho 20, 2011
The Killing ou



Esse comentário contém spoilers, só leia se não se importar do final ser discutido abertamente.

A série da AMC baseada em uma obra dinamarquesa tem um ritmo típico de outras séries do canal (Mad Men, Rubicon, Breaking Bad), com tudo sendo mostrado ao seu tempo. Isso foi uma das suas principais qualidades, ainda mais que se trata de um seriado policial, de investigação, onde geralmente as coisas ocorrem mais dinamicamente.

O roteiro fez questão de mostrar a investigação falha da protagonista, que não é nenhuma expert que sabe de tudo ou tem sacadas brilhantes. Só que isso ao mesmo tempo que foi positivo mostrou seu lado negativo ao colocar falhas amadoras demais, como se a policial nunca tivesse trabalhado num caso assim, o que prejudica seu personagem, sendo mostrada como incompetente demais. E isso só se acentuou com o final que revela que ela é, realmente, extremamente incompetente. Como sustentar um personagem assim numa temporada seguinte? Saber que ela sempre erra e é facilmente enganada em que ajuda a continuarmos interessados nela?

O seriado original resolvia o caso, a versão americana optou por não resolver as coisas. Se já havia comparações demais com Twin Peaks pela trama básica (garota achada morta, quem matou tal garota) e por certas cenas (os pais confirmando a morte da filha pelo telefone) começou a ficar incômodo quando o passado da vítima foi sendo revelado e ser parecido demais com a de Laura Palmer (boa moça que tem lado oculto, trabalho em cassino como garota de programa). Com essa opção do final em aberto só reforça as comparações com Twin Peaks: o seriado também apostava na pergunta "quem matou Laura Palmer?" e por não concluir na primeira temporada teve que dar uma resposta ao público logo na metade da segunda temporada, destruindo a série que afundou na audiência e teve que ser cancelada. The Killing parece seguir o mesmo caminho, a responsável pela série já disse que as coisas se resolverão na segunda temporada, mas não falou quando.

A repetição da burrice de outros personagens também irritou: se no primeiro suspeito que é espancado pelo pai da vítima temos tensão por saber que a pessoa é inocente o que pensar quando a mesma pessoa que participou desse erro está para cometer o mesmo erro novamente em questão de dias? O que volta aos erros da protagonista que proporcionaram essas coisas.

As mudanças de personagens apenas para efeitos de narrativa lembram os piores recursos de seriados ruins onde, de repente, o personagem pode de uma hora pra outra se mostrar ruim, infiel, traíra, etcs. Personagens viram joguetes na mãos dos roteiristas e não caracterizações fortes de uma pessoa real.

Uma crítica pesada da season finale vai ao ponto ao mostrar que esse final escolhido vai contra muita coisa que a série foi construindo: maior tempo para conhecermos os personagens? não, já que como podemos ver, todos se revelam outra coisa que não são; personagens mais tridimensionais? não, já que o público é enganado sobre os personagens ao criar reviravoltas apenas por razões de narrativa e não de construção de personalidades; quebrar as fórmulas desses tipos de shows? não, já que o padrão de criar suspeitos ao final de cada episódio para os inocentá-los no outro é algo muito usado.

É difícil elogiar algo que merece elogios pelo que foi construindo durante a temporada, mas recuar e criticar bastante a forma como isso foi concluído, pois aponta um caminho errado que vai contra ao que foi construído. O público, agora mais "esperto" com relação as manipulações que os criadores mostraram que usaram e podem vir a usar mais ainda, volta para a segunda temporada? Muita gente simplesmente não liga mais para a série ao perceber que foi enganado, outros de curiosidade ainda ficarão para a conclusão (que pode nunca vir em definitivo), mas que a audiência vai ser menor é quase certo. Se o caso se resolvesse mesmo na primeira temporada haveria mais chance do público querer ver a segunda temporada e outros começarem a ver a série a partir dela. Como está não vai acontecer isso.

posted by RENATO DOHO 6:00 AM
. . .
Comments:
sexta-feira, junho 17, 2011
TEMAS DE SERIADOS



Reupando tudo de novo! Temas de aberturas de seriados são uma arte em si, sejam as originais especialmente compostas ou as versões reduzidas de canções famosas que acabam ligadas ao seriado com o tempo. Todas as que estão aqui foram selecionadas de um vasto universo. Mesmo os temas de seriados desconhecidos valem ser ouvidos.

Separei em blocos para facilitar o download:

OLDIES

CHIPs
Dallas
Flipper
Get Smart
Hill Street Blues
Little House On The Prairie
Mission Impossible
Spectreman
Speed Racer
Spiderman
Swat
The Dukes Of Hazzard
The Green Hornet
The Incredible Hulk
The Waltons
Ultraseven
Voyage To The Bottom Of The Sea

80s

21 Jump Street
A Team
Airwolf
Amazing Stories
Beverly Hills 90210
He Man
Highway To Heaven
Jaspion
Knight Rider
L.A. Law
MacGyver
Magnum, P.I.
Melrose Place
Miami Vice
Star Trek The Next Generation
Streethawk
T.J. Hooker
The Greatest American Hero
The Simpsons (Circus Version)
The Twilight Zone (New)
The Wonder Years
Thirtysomething
Wiseguy (Seasons 1-3)

90s

Ally McBeal
Ally McBeal The Musical
Buffy
CSI
CSI Miami
CSI NY
Dawson's Creek (Internacional)
Dawson's Creek
ER
Felicity
Freaks And Geeks
Friends
Friends (Instrumental)
Inside The Actors Studio
King Of The Hill
Lois & Clark
Mad About You
Millennium
Murder One
My So Called Life
NYPD Blue
Picket Fences
Popular
Seaquest DSV
Seinfeld
Sex And The City
Star Trek Deep Space Nine
That '70s Show
The Commish
The Lone Gunmen
The West Wing
The X Files

00s

30 Rock
American Dad
American Dreams
Arrested Development
Big Love
Boardwalk Empire
Boston Legal
Boston Public
Californication
Curb Your Enthusiasm
Desperate Housewives
Entourage
Everwood
Everybody Hates Chris
Fairly Legal
Family Guy
Gilmore Girls
Grosse Pointe
House M.D.
How I Met Your Mother
Huff
In Treatment
Mad Men
Men Of A Certain Age
Miss Match
Modern Family
Monk
My Name Is Earl
Nip Tuck
Nurse Jackie
Parks And Recreation
Presidio Med
Rescue Me
Scrubs
Scrubs (Med School)
Six Feet Under
Sons And Daughters
Studio 60 On The Sunset Strip
The Big Bang Theory
The L Word
The Office
The Sarah Silverman Program (Pilot)
The Sarah Silverman Program (Season 3)
The Secret Life Of The American Teenager
True Blood
Two And A Half Men
Ugly Betty
Weeds
Will And Grace

ACTION / PROCEDURAL

24 (Closing)
Alias
Alias 4
Bones
Boomtown
Cold Case
Criminal Minds
Damages
Dexter
Dollhouse
Firefly
Flashpoint
Fringe
Hawaii Five 0 (2010)
Heist
Heroes
Knight Rider 2008
Leverage
Lie To Me
Line Of Fire
Medical Investigation
NCIS
Prison Break
Rubicon
Shark
Spooks
The Chicago Code
The Practice
The Sarah Connor Chronicles
The Shield
The Sopranos
The Unit
The Unit (3rd Season)

Marcadores:



posted by RENATO DOHO 8:56 AM
. . .
Comments:
quarta-feira, junho 15, 2011
MIX TAPE ESPECIAL

Semana passada percebi que os mix tapes que estavam disponíveis no blog não estão mais (desapareceram do rapidshare). Ao invés de pegar cada um e reupar resolvi fazer um mix tape especial, com as canções mais desejadas.

Por isso é importante a participação de cada leitor. Vejam as canções dos
mix tapes passados e escolham 5 canções diversas que gostariam que estivessem nessa nova versão reupada. Votem nos comentários logo abaixo. Canções que não baixaram e gostariam de estar novamente disponíveis para baixar. Tendo umas 10 ou mais respostas eu vejo quais as mais votadas para selecionar as canções.

Agradeço a participação de cada um!

NOTA: o mix tape da Gwyneth Paltrow está funcionando então não entra na votação, ok?

Marcadores:



posted by RENATO DOHO 10:26 PM
. . .
Comments:
domingo, junho 12, 2011
EP#Love



EP temático por motivo óbvio. Para os que estão com alguém, para os que estão prestes a encontrar alguém, para aqueles já estiverem com aquele alguém e para aqueles que nunca se esquecerão de alguém em especial.

1. Elvis Presley - Are You Lonesome Tonight
2. Jon Bon Jovi - How Long Has This Been Going On
3. Frank Sinatra - Memories Of You
4. Jim Sturgess - Something
5. Elton John - Rocket Man
6. Journey - Faithfully
7. Marvin Gaye - Let's Get It On

4) Como eu não ia botar a versão original escolhi uma cover legal.

7) Porque o Marvin Gaye resume tudo: let's get it on, baby!

Sim, eu notei que não tem nenhuma cantora na seleção. Não sei explicar

BAIXE AQUI (33 MB)

Marcadores:



posted by RENATO DOHO 8:42 PM
. . .
Comments:
sábado, junho 04, 2011
Jyoudan - Yume Miru Shoujo Ja Irarenai (cover Nanase Aikawa)



posted by RENATO DOHO 4:56 AM
. . .
Comments:
sexta-feira, junho 03, 2011
Teaser - Corações Sujos



posted by RENATO DOHO 12:45 PM
. . .
Comments:
quarta-feira, junho 01, 2011
Maio 2011

AMERICANOS

As You Like It, Kenneth Branagh
Barney's Version, Richard J. Lewis
Battle: Los Angeles, Jonathan Liebesman
Daydream Nation, Michael Goldbach
Drive Angry, Patrick Lussier
Limitless, Neil Burger
LolliLove, Jenna Fischer
Love's Labour's Lost, Kenneth Branagh
Red Riding Hood, Catherine Hardwicke
Secretariat, Randall Wallace
The Tempest, Julie Taymor
Unknown, Jaume Collet-Serra

ORIENTAL

The Housemaid, Sang-Soo Im

DOCUMENTÁRIOS

Lucky, Jeffrey Blitz
Rush - Beyond The Lighted Stage, Sam Dunn & Scot McFadyen
The Promise - The Making Of Darkness On The Edge Of Town, Thom Zimny

Marcadores:



posted by RENATO DOHO 3:14 PM
. . .
Comments:


. . .